Caixa do Jogo

Lá em 2008, em uma de minhas idas à Euroliga na Ludus Luderia, fui apresentado a um jogo tático simples e bem rápido, para duas pessoas, que parecia ser um “wargame de cartas”. Era o The Battle for Hill 218 que tem por pano de fundo uma batalha da Segunda Guerra Mundial onde as forças americanas e alemãs lutam pelo domínio da… tcham tcham tcham tcham…. colina 218.

O jogo foi criado pelo game designer americano Darwin Kastle, que é também co-designer de outro cardgame de sucesso, o Star Realms, e saiu pela Your Move Games em 2007. Vem em uma caixinha com apenas 53 cartas e o manual, contudo, apesar de poucos componentes o que vem na pequena caixa é suficiente para entregar um jogo bastante divertido.

IMG_0476

A área do jogo é composta por um grid imaginário de 13×9 onde as cartas serão colocadas pelos jogadores. No início da partida é posta a Colina 218 no centro do grid e cada jogador receberá 5 cartas de seu deck, devendo escolher 3 para formar sua mão inicial (as demais serão colocadas embaixo do seu monte). Além dessa mão inicial, cada jogador irá separa 2 cartas de Airstrike que poderão ser utilizadas no decorrer do jogo.

O jogador inicial irá comprar 1 carta do seu monte e irá jogar 1 carta no grid. Nos turnos seguintes os jogadores irão comprar e jogar 2 cartas. Basicamente, os jogadores irão alterando os turnos colocando suas cartas em um espaço vazio do grid formando uma “cadeia de abastecimento” para as demais unidades que serão alocadas.

A formação dessa “cadeia de abastecimento” mantém boa parte da estratégia, pois somente poderão ser alocadas novas unidades se o local onde pretendem baixar a carta esteja previamente abastecido por outra unidade. Dependendo da unidade, o suprimento se dará de forma diagonal ou ortogonal. Portanto, para alcançar a base inimiga é preciso antes de mais nada traçar uma rota de suprimento.

Aliás, falando em base inimiga, este é o objetivo do jogo, sendo que aquele que conseguir capturar a base do adversário será o ganhador. Para isso, precisamos colocar uma unidade no local da base inimiga, contudo, no caminho precisamos ir atacando outras unidades do adversário.

Somente as cartas que estão sendo alocadas poderão atacar as unidades adjacentes, também de forma diagonal ou ortogonal, dependendo da unidade que está atacando, sendo que as cartas que já estavam alocadas no grid servirão apenas como suporte para os ataques. Isso porque algumas unidades precisarão de suporte para poderem atacar, caso contrário sua alocação servirá apenas para aumentar a cadeia de suprimento e para suportes futuros. É o caso da Infantaria, da Armas Pesadas e das Forças Especiais.

mzl.zffjmdui.1024x1024-65

Outras unidades, ao contrário, possuem força de ataque suficiente que não precisarão de suporte, e assim que alocadas poderão atacar e destruir as unidades inimigas. É o caso dos Tanques e da Artilharia, sendo que esta última tem ainda a opção de atacar à distância, não precisando estar adjacente.

Outra carta de unidade interessante é a dos Paraquedistas. Como você deve imaginar, eles podem ser alocados em qualquer espaço vazio do grid e o legal é que não precisar estar abastecidas. Portanto, o uso inteligente desta carta pode ajudar bastante um jogador e surpreender na mesma proporção o seu adversário.

Além disso, temos também aquelas duas outras cartas de Airstrike que separamos no fase de setup da partida. Cada jogador terá direito a usar dois Airstrikes, que nada mais, nada menos, destrói qualquer unidade que esteja alocada no grid (OoO).

Cartas do Jogo

Assim, que algum jogador conseguir ocupar a base inimiga, ou quando não houverem mais cartas para serem jogadas a partida acaba. Quem conseguiu conquistar a base inimiga, ou no caso de não terem mais cartas para se jogar, aquele que tiver mais unidades em jogo, será o vencedor.

Em resumo, o jogo se baseia em gerenciar as cartas e seus 3 atributos: suprimento, suporte e ataque, e saber o melhor local para alocar suas unidades e tentar maximizar seus ataques para ter mais unidades que seu adversário. Estar atento ao seu oponente é fundamental, tentando sempre que possível antecipar quais serão os seus próximos movimentos.

Apesar do tema, o jogo se encaixaria bem com qualquer outra história ou arte, constituindo um jogo bem abstrato de certa forma. Tanto assim o é que existe um novo jogo baseado neste com temática futurista, o The Battle For Sector 219 que trata da disputa pelo…

Capa do Jogo

Além da versão analógica do game, foi criada a versão digital para iPhone e iPad que inclusive está muito bem implementada, possibilitando partidas contra Inteligência Artificial com 3 níveis e dificuldade, além de modos multiplayer através do bluetooth ou Game Center. O valor atual na Apple Store é de U$ 2,99.

E para aqueles que não têm o iCoisas da Apple, existe ainda uma versão em Java suportada pelo Game Designer, com download gratuito no site da empresa. Portanto, não tem mais desculpa para conhecer este pequeno grande jogo.

The Battle for Hill 218 é um jogo que irá agradar uma gama enorme de jogadores, pois, apesar de a primeira vista parecer ser um wargame, trata-se na realidade de um card game com regras simples, para partidas rápidas, fácil de carregar para qualquer lugar, e ainda com versão digital para jogar sozinho e treinar novas estratégias.

FICHA DO JOGO

[row]
[column size=”col-6″]

[skill number=”65″ caption=”Componentes”]

[skill number=”70″ caption=”Rejogabilidade”]

[skill number=”75″ caption=”Diversão”]

[skill number=”70″ caption=”Estratégia”]

[skill number=”50″ caption=”Complexidade”]

[skill number=”50″ caption=”Arte”]

[/column]
[column size=”col-6″]

[skill number=”70″ caption=”Fator Sorte”]

[skill number=”85″ caption=”Interação”]

[skill number=”60″ caption=”Temática”]

[skill number=”0″ caption=”Possibilidade Solo”]

[skill number=”90″ caption=”Custo Benefício”]

[skill number=”75″ caption=”NOTA FINAL”]

[/column]
[/row]

Qnt. Jogadores: 2 jogadores
Idade Recomendada: 10 anos
Duração: 15 minutos
Game Designer: Darwin Kastle
Ano de Publicação: 2007
Dependência de Idioma: Independente de Idioma
Mecânicas de Jogo: Hand Management
Mais Informações: Your Move Games
Versão Digital: Your Move Games
Versão iPhone/iPad: Apple Store